quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Ciclo da Herança - Brisingr




Informações:

Nº de páginas: 719
Género: Literatura Fantástica
Autor: Christopher Paolini

Resumo:


Na sequência da batalha colossal nas Planícies Flamejantes contra os guerreiros do Império, Eragon e o seu Dragão, Saphira, escapam com dificuldade. No entanto, o Cavaleiro e o Dragão ainda terão de se deparar com inúmeros desafios… Eragon vê-se enredado numa série de promessas que poderá não conseguir cumprir. O juramento ao seu primo, Roran, no sentido de o ajudar a resgatar a sua amada Katrina das garras de Galbatorix. Todavia, Eragon deve lealdade a outros também. Os Varden precisam desesperadamente dos seus talentos e da sua força, tal como os Elfos e os Anões. E, logo que a inquietação assalta os rebeldes e o perigo espreita em cada esquina, Eragon terá de fazer escolhas que o levarão a atravessar o Império, viajando muito além. Escolhas que o poderão submeter a sacrifícios inimagináveis… Eragon é a grande esperança para libertar o reino da tirania. Conseguirá este rapaz, outrora um simples camponês, unir as forças rebeldes e assim derrotar o rei?


Opiniões:


Brisingr é o terceiro livro da colecção Ciclo da Herança de Christopher Paolini. A colecção, até então chamada de Trilogia da Herança, era suposto acabar neste livro mas vai haver pelo menos um. 
         
O livro começa com o salvamento de Katrina. Como já disse no outro livro, não gosto nada de o Roran ser quase um herói com o seu martelo. Não gostei muito de o Roran, mesmo com a protecção mágica, ter conseguido matar um Ra'zac. 
         
Acho que um dos pontos mais fortes de Paolini são as descrições, principalmente as das batalhas. São, realmente, muito intensas e eu não consegui deixar uma destas batalhas a meio, fossem que horas fossem.
         
Eu coisa que também gosto muito nos livros de Paolini são as partes misteriosas. Partes onde ele apresenta ou não personagens novas mas não aprofunda isso. Deixa o leitor imaginar o que essa personagem pode ser e como ela pode ser importante para a história.
         
Os pontos negativos que encontro são, principalmente, se ele realmente tivesse querido, teria acabado a colecção neste livro. Espero, sinceramente, que Paolini não o tenha feito por dinheiro.


Avaliação:


8/10 

1 comentário: